17/10/2013 Comissão do Senado vai debater a estrutura da polícia brasileira

No dia 30 deste mês a Comissão Especial de Segurança Pública do Senado fará uma audiência para debater a estrutura da polícia brasileira. Sob relatoria do senador mato-grossense Pedro Taques (PDT-MT), o colegiado se reuniu, hoje, para definir convidados e os próximos temas a serem debatidos.

A assessoria informou que serão convidados neste primeiro evento, o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal; Marcos Leôncio Souza Ribeiro e do presidente da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol), Jânio Bosco Gandra, indicados pelos senadores Humberto Costa (PT-PE) e Flexa Ribeiro (PSDB-PA), respectivamente.

A comissão foi instalada no dia 2 deste mês, deve propor em 90 dias um novo modelo de segurança pública, partindo das propostas já em tramitação no Senado. Para isso, deve realizar audiências públicas sobre os diversos temas que envolvem a questão.

Para Pedro Taques, a violência no Brasil não tem recebido um tratamento adequado por parte do governo e das instituições nacionais. Em sua avaliação, o problema somente poderá ser solucionado se o enfrentamento não se der a partir de velhos modelos.

"O Estado brasileiro deve atuar para promover e concretizar os direitos sociais, entre eles, o de garantia da segurança pública. Não basta focar na repressão e no aumento de penas. Faz-se necessário uma política pública de segurança consistente, que envolva um projeto sofisticado e profundo de integração institucional e intersetorial, gestão de informação, formação de uma cultura da paz e prevenção ao crime", afirmou.

Fonte: Só Notícias com assessoria

 

Postada por Carlos Matsubara