17/06/2015 TCE reafirma contradição de gastos com pessoal em reunião com Dep. Estadual Bianchiniphoto

Na tarde desta terça-feira, 16, conforme publicação do Deputado Estadual Bombeiro Bianchini (PPL), h...

Na tarde desta terça-feira, 16, conforme publicação do Deputado Estadual Bombeiro Bianchini (PPL), houve reunião entre o Deputado e o Diretor Geral do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), Valtuir Pereira Nunes, para solicitar informações sobre a real situação financeira do Estado e gastos com pessoal. Na oportunidade, o diretor comprovou que os gastos com servidores públicos não atingiram o limite de 60% estabelecido pela Lei Federal 101/2000. Em 2014, o Estado gastou pouco mais de 53%, o que faz com que não esteja no limite extremo ao ponto de adotar medidas que visam enxugar investimentos em áreas como a Segurança. 

Mais uma vez, o Sinpol-RS reitera o posicionamento de que os servidores públicos não podem ser colocados como os vilões das finanças do Estado. Servidores públicos, especialmente da Segurança Pública, são trabalhadores, pais de família, que arriscam suas vidas 24h pelo bem da população. Não podem ser tratados como "peso", devem, sim, ser valorizados pela atividade de risco que exercem. 

Confira o texto postado pelo Deputado Bombeiro Bianchini em seu blog e nas redes sociais:

"ESCLARECENDO!

Hoje pela tarde estive reunido com o Diretor Geral do Tribunal de Contas do Estado, Sr Valtuir Pereira Nunes, na oportunidade foi solicitar esclarecimentos sobre esta guerra de números  entre a oposição e situação envolvendo os gastos com pessoal do orçamento do estado. Para minha surpresa o Diretor Geral do TCE afirmou e justificou com números  que o estado atende a Lei de Responsabilidade Fiscal, num limite estabelecido pela Lei Federal 101/2000 de 60% com gastos de pessoal, o estado gastou em 2014 pouco mais de 53% da Receita Corrente Líquida; que o estado não se encontra no limite providencial ao ponto de adotar medidas de contenção de despesas com pessoal estabelecida pela LRF.

São informações técnicas inquestionáveis e  que servirão para pautar nossa atuação na defesa dos funcionários públicos estaduais."

Fonte: Site Deputado Bombeiro Bianchini

 

Postada por Carlos Matsubara