26/11/2021 SINPOL-RS: NÃO AO CONGELAMENTOphoto

 

 

 

 

 

 

 

O SINPOL-RS, Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do RS, juntamente com todas as entidades representativas dos Policiais Civis, considerando a necessidade de obtermos uma resposta do núcleo do governo em relação à reivindicação de reposição salarial com base nos índices inflacionários, conforme reunião realizada com o Chefe da Casa Civil, Vice-governador e Secretário de Segurança Pública, Del. Ranolfo Vieira Júnior e na presença da Chefe de Polícia Nadine Farias Anflor, evento realizado no dia (26/10), aguarda uma resposta efetiva do governo Leite. Ocorre que até a presente data não obtivemos nenhum retorno. Pelo contrário, fomos surpreendidos com a emissão do PLC 378/2021, elaborado pelo Poder Executivo e enviado para Assembleia Legislativa em regime de urgência (artigo 62 – regulamento da AL-RS), cujo conteúdo trata de estabelecer mecanismos legais com limitação dos gastos públicos, reduzir despesas primárias com gastos envolvendo o funcionalismo público e em algumas situações limita a contratação de pessoal, alteração de estrutura da carreira, criação de cargos, emprego ou função pública, que venha implicar aumento de despesa, a qualquer título.

Considerando que até a presente data não houve nenhuma manifestação efetiva das reivindicações encaminhadas ao governo, produzimos o terceiro ofício, já entregue ao senhor Governador do Estado, que segue em anexo. Esperamos que o governo tenha sensibilidade de valorizar as carreiras de estado da segurança pública e indicar, pelo menos, que haverá alguma recomposição salarial. Também produzimos uma proposta de emenda aglutinativa retirando do bojo do PLC/378 todos os órgãos de segurança pública do estado. Reiteramos que todas as entidades signatárias, ASDEP, UGEIRM, ACP-RS e SINPOL-RS, que assinaram o referido ofício, acreditam que o núcleo do governo responderá aos anseios da nossa categoria.

 

Postada por Comunicação Sinpol/RS