21/11/2017 Noventa e sete presos seguem há mais de um mês no pátio do Presídio Central de Porto Alegrephoto

Dos 164 integrantes de uma facção criminosa expulsos das galerias, 67 foram transferidos.


Noventa e sete presos seguem há mais de um mês acampados no pátio do Presídio Central de Porto Alegre. Em agosto, 164 desceram de uma das galerias por incompatibilidade com facções rivais. Em setembro, 20 foram transferidos e o que restou foi realocado para outras galerias do Central. No entanto, em 16 de outubro, os 97 desceram novamente.

De lá para cá, conforme o diretor do presídio, tenente-coronel Marcelo Gayer, os apenados pediram para ficar no pátio até que seja concluía a transferência.

O prazo definido pela juíza da Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre Sonáli da Cruz Zluhan para ser informada das providências que seriam tomadas terminaria nesta segunda-feira (20). Conforme a magistrada, não houve resposta até o fim do expediente. Através da assessoria de imprensa, a Susepe afirma que enviou a resposta.

Texto: GauchaZH

Foto: Ronaldo Bernardi

Postada por Carlos Matsubara