Representantes do Sinpol-RS realizam intensa agenda contra a PEC 287 em Brasília

15/05/2017 por Assessoria de Imprensa

O Sinpol RS realizou intensa agenda, em Brasília, na última semana contra a Reforma da Previdência. A comitiva com sete representantes do Sindicato desembarcou na capital federal atendendo à convocação da Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis) e participou de manifestações contra a PEC 287. Na agenda do grupo, houve ainda visitas aos deputados federais para buscar apoio contra a reforma previdenciária. Houve também esclarecimentos a deputados. O SinpolRS estará em Brasília a partir do próximo dia 22 e marcará presença no Dia D de mobilizações convocado pelas centrais sindicais contra a Reforma em 24 de maio.

A comitiva formada por sete membros foi formada pelo delegado Edson Frade e pelos inspetores Fábio Prado, Rafael Carvalho, Vitor Riefel, Roger Osório, Tiago Torma e Antonio Santos. O grupo realizou audiências com vários parlamentares em um dia de votações e de grande movimentação no Congresso Nacional.

O deputado José Stédile (PSB) posicionou-se contrário à PEC 287, da maneira como foi apresentada pelo governo federal. Para o parlamentar, a reforma da previdência teria de ter sido mais discutida e estudada. Stédile não concorda com a forma intempestiva como a proposta foi apresentada e se colocou à disposição para ajudar na luta contra a reforma. Stédile classificou como absurdo uma pessoa trabalhar tantos anos para se aposentar. Segundo ele, do jeito que está o texto da PEC, ela não será aprovada na Casa. E completou afirmando que o governo não tem os votos necessários para aprovar a matéria.

A coordenação do gabinete do deputado Onix Lorenzoni (DEM) afirmou aos representantes do 
Sinpol-RS que o deputado votará contra a Reforma da Previdência. Já o deputado Danrlei Hinterholz (PSD) se posicionou contra a PEC por uma questão de Justiça. Segundo ele, ou as regras valem para todos ou para ninguém.

O deputado José Fogaça (PMDB) foi esclarecido pelo grupo do Sindicato a respeito da questão da pensão. A PEC determina que a pensão por morte, que hoje é integral, seja reduzida para 50%, mais 10% por dependente, para todos os segurados (INSS e serviço público), inclusive os policiais. Fogaça afirmou que, se a proposta for apresentada dessa forma, ele votará contrariamente.

A assessoria do deputado Jerônimo Goergen (PP) afirmou que o parlamentar quer ouvir as peculiaridades da proposta e das categorias de trabalhadores para saber se foram atendidas as demandas. Ele também afirmou que vota contra a PEC na forma como foi apresentada. O grupo também visitou o deputado Henrique Fontana (PT) que é contra a reforma.

IMAGENS RELACIONADAS:



DESTAQUES ANTERIORES

CONVÊNIOS

O associado SINPOL, possui descontos e vantagens em estabelecimentos de diversos seguimentos.


ASSOCIE-SE AQUI!


Sinpol - RS Sindicato dos Servidores da Polícia Civíl do RS
CNPJ: 93.019.677/001-52
Código Sindical: 916.029.000.97835-1
Rua Leopoldo Bier, 454 - Porto Alegre - RS/Brasil
CEP 90620-100 - Telefone (51) 3217.1001
E-mail: sinpol@sinpolrs.com.br
Copyright © 2017 Sinpol-RS. Todos os direitos reservados.

VER MAPA >>